top of page

Técnicas e contra indicações da Aplicação Facetária.


A aplicação facetária é uma abordagem terapêutica minimamente invasiva que visa aliviar a dor crônica nas articulações facetárias da coluna vertebral. Nesse procedimento, são injetados medicamentos diretamente nas articulações afetadas para reduzir a dor e diminuir a inflamação. Utilizando técnicas de imagem, como a fluoroscopia, os profissionais de saúde podem garantir uma administração precisa dos medicamentos.


A aplicação facetária tem como objetivo proporcionar um alívio temporário da dor, melhorando a funcionalidade e permitindo que os pacientes retomem suas atividades diárias e fisioterapia. É uma opção frequentemente recomendada para pessoas que sofrem de dor crônica na coluna vertebral devido a condições como osteoartrite, degeneração facetária ou lesões traumáticas. É essencial que a aplicação facetária seja realizada por profissionais qualificados, em um ambiente adequado, para garantir a segurança e eficácia do procedimento.


A aplicação facetária é uma técnica eficaz no tratamento da dor crônica nas articulações facetárias da coluna vertebral. Existem diferentes abordagens disponíveis, como a injeção intra-articular, periarticular ou no ramo medial, cada uma com suas indicações específicas. No entanto, é importante estar ciente das contra-indicações da aplicação facetária. Não é recomendada para pessoas com infecções ativas na região a ser tratada, alergias conhecidas aos medicamentos utilizados, distúrbios de coagulação sanguínea ou falta de resposta aos anestésicos locais. É válido ressaltar que, como em qualquer procedimento médico, a aplicação facetária apresenta possíveis efeitos colaterais e riscos, como infecções, hematomas, reações alérgicas e lesões nos nervos ou vasos sanguíneos. Portanto, é fundamental que seja realizada por profissionais qualificados em um ambiente adequado, seguindo os protocolos de segurança. Cada caso deve ser avaliado individualmente pelo médico, considerando o histórico médico do paciente, sintomas, exames e outras circunstâncias específicas. O médico especialista poderá determinar se a aplicação facetária é apropriada e segura, levando em conta os benefícios potenciais e os riscos envolvidos.A aplicação facetária é uma abordagem terapêutica minimamente invasiva que visa aliviar a dor crônica nas articulações facetárias da coluna vertebral. Nesse procedimento, são injetados medicamentos diretamente nas articulações afetadas para reduzir a dor e diminuir a inflamação. Utilizando técnicas de imagem, como a fluoroscopia, os profissionais de saúde podem garantir uma administração precisa dos medicamentos.


A aplicação facetária tem como objetivo proporcionar um alívio temporário da dor, melhorando a funcionalidade e permitindo que os pacientes retomem suas atividades diárias e fisioterapia. É uma opção frequentemente recomendada para pessoas que sofrem de dor crônica na coluna vertebral devido a condições como osteoartrite, degeneração facetária ou lesões traumáticas. É essencial que a aplicação facetária seja realizada por profissionais qualificados, em um ambiente adequado, para garantir a segurança e eficácia do procedimento.


A aplicação facetária é uma técnica eficaz no tratamento da dor crônica nas articulações facetárias da coluna vertebral. Existem diferentes abordagens disponíveis, como a injeção intra-articular, periarticular ou no ramo medial, cada uma com suas indicações específicas. No entanto, é importante estar ciente das contra-indicações da aplicação facetária. Não é recomendada para pessoas com infecções ativas na região a ser tratada, alergias conhecidas aos medicamentos utilizados, distúrbios de coagulação sanguínea ou falta de resposta aos anestésicos locais. É válido ressaltar que, como em qualquer procedimento médico, a aplicação facetária apresenta possíveis efeitos colaterais e riscos, como infecções, hematomas, reações alérgicas e lesões nos nervos ou vasos sanguíneos. Portanto, é fundamental que seja realizada por profissionais qualificados em um ambiente adequado, seguindo os protocolos de segurança. Cada caso deve ser avaliado individualmente pelo médico, considerando o histórico médico do paciente, sintomas, exames e outras circunstâncias específicas. O médico especialista poderá determinar se a aplicação facetária é apropriada e segura, levando em conta os benefícios potenciais e os riscos envolvidos.

Comments


bottom of page