Blog

Postado em 31 de Julho de 2015 às 09h19

LER

Dúvidas (5)
Centro de Coluna Chapecó/SC Quem pode desenvolver a LER? As LER não atingem somente os digitadores, os caixas de banco e os trabalhadores das linhas de montagem. Ela existe entre os artistas( músicos, bailarinos, pintores),...

Quem pode desenvolver a LER?

As LER não atingem somente os digitadores, os caixas de banco e os trabalhadores das linhas de montagem. Ela existe entre os artistas( músicos, bailarinos, pintores), entre os atletas (vôlei , tênis, natação), entre os profissionais liberais (dentistas , arquitetos). Enfim, elas podem ocorrem com qualquer pessoa que execute atividades físicas, ou seja, com qualquer pessoa que trabalha em situação constante e repetitiva.

Quais são as causas da LER?

Todos nós temos um limite de capacidade para suportar os esforços físicos e as ameaças que a vida nos apresenta e, muito frequentemente, esses limites são ultrapassados, seja no que diz respeito à realização de esforços físicos, seja quanto à intensidade e duração de ameaças que o trabalho apresenta. Vamos imaginar uma pessoa que começa a trabalhar como caixa de banco ou, em uma linha de montagem de componentes eletrônicos ou ainda, como operadora de central de telefonia. O trabalho das funções acima mencionados e em uma série de outras, requer alguns pré-requisitos pessoais importantes:

1) Boa resistência da musculatura do pescoço, dos ombros e das costas.

2) Manutenção de postura adequada.

3) Condicionamento físico para suportar trabalho estático do pescoço e das costas e, ao mesmo tempo, resistência para a manutenção prolongada de movimentos dos ombros e das mãos.

4) Estabilidade mecânica da principais articulações ( ombro, cotovelo, punho e dedos ).

5) Condições emocionais favoráveis( ausência de problemas familiares sérios, necessidades pessoais básicas realizadas ou percebidas como realizáveis e gostar do trabalho que está desenvolvendo).


A maioria das pessoas raramente estão preparadas física e emocionalmente para os esforços e as pressões da vida moderna, propiciando uma condição favorável ao surgimento das LER. Se você se enquadra no exemplo que apresentamos, não se assuste e não se desespere.

Como eu descubro se tenho a LER?

1) Procure se informar com um médico sobre o que são as LER e diagnosticar com segurança se você tem de fato algum tipo de LER.

2) Não se apavore se começar a sentir dor no ombro ou no punho, depois de um dia muito intenso de trabalho. O cansaço que normalmente acompanha tal situação desaparece com repouso adequado.

LER – Comece a cuidar. Procure o seu médico.


Se você passa o dia inteiro fazendo os mesmos movimentos, comece a mudar. Mexa-se, saia da rotina, evite a mesmice. Procure o seu médico. Comece a combater a LER, lendo este folheto.

Veja também

Sete sinais de alerta de Dores nas Costas07/04/10 Se você responder "sim" a qualquer uma das perguntas a seguir, você deve consultar um especialista em coluna: 1. Sua dor na parte inferior das costa se prolonga até sua perna? Se a dor é persistente e severa, ela é um sinal de que algo está comprimindo um nervo que se prolonga de suas costas para a perna. 2. A dor na sua perna aumenta se você levantar......
Carta de Direitos do Paciente com Dor06/03/10Como uma pessoa com dor você tem: 1. O direito de ter o seu relato de dor levado a sério e ser tratado com dignidade e respeito por todos os profissionais de saúde. 2. O direito de ter sua dor completamente avaliada prontamente. 3. O direito de ser informado pelo seu......
Lombalgia e Lombociatalgia30/07/15 São dores sentidos na região lombar e membros, região das costas situada acima das nádegas e que ocupa aproximadamente o terço final da coluna vertebral, podendo irradiar-se para as nádegas, coxas e pernas. É......

Voltar para Blog